segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

I Congresso Internacional de Linguística


O I Congresso Internacional de Linguística, realizado em Haia no ano de 1928, teve o objetivo de destacar o ensino de Saussure, o qual percebia a língua como um sistema.

Reuniram-se no congresso os russos Jakobson, Karcevski, Troubetzkoy, e os genebrinos Bally e Sèchehaye.

Foi nesse congresso que Jakobson empregou pela primeira vez o termo estruturalismo.

Como se vê, Moscou e Genebra constituíram o alicerce de sustentação do programa estruturalista.

A proposta de Saussure contemplava, em síntese, os requisitos do paradigma estruturalista: a abordagem descritiva, a prevalência do sistema, a preocupação em explicitar as unidades elementares a partir de procedimentos construídos e a ênfase concedida ao analogismo em detrimento do evolucionismo.

Estas categorias, valorizadas por Saussure, servirão de instrumento ao estruturalismo.

Um comentário:

ze alberto disse...

Licenciado em Ciencias da Comunicação numa faculdade aqui no Porto, norte de Portugal, apreciei acima de tudo o estudo da semiótica, em particular os escritos de Roland Barthes, por isso lhe dou os parabéns pelo seu blog tão oportuno.

Cumpts!