sexta-feira, 30 de novembro de 2007

O que é psicanálise?

Sigmund Freud instituiu o termo psicanálise em 1896 para nomear um tipo de abordagem terapêutica que se ocupa da realidade psíquica, quer dizer, da experiência subjetiva onde tem lugar o universo propriamente humano.

As idéias, os sonhos, as fantasias, a sexualidade, a fala, o prazer, o humor, o adoecer psíquico são exemplos de fenômenos que interessam à psicanálise.

Atribuímos o nascimento da psicanálise ao trabalho terapêutico inovador de Josef Breuer e Freud com mulheres histéricas, cujo padecimento era menosprezado pela medicina. Onde a medicina via apenas fingimento, eles perceberam a sede do sofrimento psíquico.

Era preciso que alguém se interessasse por aquelas mulheres para as quais a medicina não tinha remédio. Foi preciso aguçar a escuta ao que elas tinham a dizer, sobre o que experimentavam e que as fazia simular doenças, encarnando no próprio corpo insígnias de males que de outro modo não encontravam qualquer possibilidade de expressão.

O trabalho da psicanálise desde então consistiu em cada vez dar mais lugar à produção inconsciente através da fala tão livre quanto possível. Mas a movimentação de uma análise depende da força daquilo que chamamos de transferência, para pôr em ação, no agora do tempo analítico, o jogo que a ambas as partes - analista e analisando - impõe suas regras.
Na próxima postagem vou falar sobre a diferença entre psiquiatria, psicologia e psicanálise. Espero ajudar a esclarecer os limites de cada um desses campos.

Um comentário:

Eniale disse...

Querida Maruza,
Parabéns pelo blog!
Está muito bem construído, conteúdo e visual.
Bjs!!!!!!
Elaine